Política

Câmara de Petrolina volta aos trabalhos e aprova moção de repúdio aos artistas que fizeram apresentações polêmicas no FIG 2017

Cinara Marques, da Redação

Após o recesso parlamentar, a Câmara de Vereadores de Petrolina, sertão de Pernambuco, voltou aos trabalhos no plenário nesta terça-feira, 7. Os 23 vereadores estavam de férias desde o final de junho. Mas em pauta, apenas matérias de autoria dos legisladores, nenhum projeto de lei, apenas requerimentos e indicações.

Osinaldo frisou que não adianta fazer comparações com Jesus

Entre eles uma moção de repúdio de autoria do vereador Elias Jardim, PP,  contra os artistas que se apresentaram no Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), agreste do estado. A moção foi endereçada à Gabriela Gonçalves autora da peça Jesus Rainha do Céu; cantor Johnny Hooker, “pelas palavras sujas em dizer que Jesus é travesti, Jesus é transexual, Jesus é bicha”, e à cantora Daniela Mercury que fez uma participação também polêmica no evento.

“E a todos aqueles que deram apoio para essas apresentações ofensivas e desrespeitosas ao nome de Jesus Cristo e à Religião. Atento a tal constatação, manifesto em completo repúdio”, justificou o vereador que foi acompanhado quase que por unanimidade.

Maria Elena lembrou que atitude de artistas não agradou a nenhum víeis religioso

“Eu também repudio esse completo desrespeito ao povo cristão de Petrolina, Pernambuco, do Brasil e do mundo”, frisou o vereador Osinaldo Souza, do PTB. A vereadora Maria Elena de Alencar, PRTB, fez questão de lembrar que o secretário de Cultura de Pernambuco, Marcelino Granja, pediu desculpas diante de apresentações tão questionadas.

“A maneira que esses artistas resolveram expressar sua revolta, sua indignação, merece sim o repúdio de todas as

Gilmar disparou que existe muita hipocrisia entre os vereadores petrolinenses

pessoas de bem e de qualquer víeis religioso”, enfatizou a vereadora. Único a votar contra à moção de repúdio, o vereador Gilmar Santos, PT, argumentou.

“Eu penso que realmente existe um grande hipocrisia, porque esses mesmos vereadores não fizeram nenhum repúdio contra as músicas no São João que incentiva a bebedeira que ataca a dignidade das valores que destrói os valores, portanto é uma grande hipocrisia e são vereadores que têm alimentado a intolerância. Jesus é acolhedor, que prega a misericórdia, não aquele que prega o ódio”, declarou Gilmar.

 

 

 

 

 

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar