EsportePernambucoPetrolina

Ronaldo Silva diz que vai penhorar bens para quitar débitos do Petrolina e afirma não guardar mágoas de Miguel

Jean Brito, do Portal Tribunna (redacaotribunadoestado@gmail.com)

Ronaldo, os jogadores e o prefeito Miguel Coelho com a taça do título (Foto: Alexandre Justino)

“Fiz minha parte e bem feita, e pela segunda vez que fiquei a frente da equipe do Petrolina (Social Clube) consegui tirar a Fera da segunda divisão e levá-la para a primeira divisão (do campeonato Pernambucano de Futebol) ”. É com essa frase que o vereador e ex-presidente do Petrolina Social Clube, Ronaldo Silva (PSDB), se despede da presidência do time que volta à elite do Pernambucano em 2019.

Na sala de Imprensa da Casa Legislativa petrolinense durante a sessão plenária desta terça (18/12), Silva detalhou os motivos que o fizeram deixar a equipe da terra de Ana das Carrancas. Explicou que mesmo recebendo críticas da crônica esportiva regional saiu em busca de recursos para inserir a Fera na 1ª divisão e conseguiu tal intento, no entanto, por estar com restos a pagar devido ao atraso de repasses de alguns patrocinadores preferiu entregar o cargo de presidente.

“Como é que ainda estou devendo parcelas do montante gasto na  Série A2 e já vou em busca de contratações de novos atletas e comissão técnica. Qual a credibilidade que vou ter? Nenhuma! Acho que o Petrolina precisa de mim não como presidente, mas como parceiro e membro da equipe. Quando a Fera sai para caçar ela sai em bando, e quero me juntar a esse bando para caçar recursos necessários para a Fera Sertaneja”, contou.

Questionado se vai ficar mágoas da gestão Novo Tempo (umas das parceiras do time), administrada pelo prefeito Miguel Coelho (PSB-PE), que aparece na foto na entrega do troféu na conquista do time da Série A2 do campeonato,  que o coloca na 1ª divisão do Pernambucano. Ronaldo Silva, mesmo afirmando que não há magoas explicou que terá que penhorar um dos seus bens, para quitar os débitos da equipe:

“A prefeitura não é obrigada a sustentar time, mas ela é obrigada a dar condições. Já mais sairei magoado com o prefeito Miguel, pois o que ele prometeu ele honrou, principalmente com o investimento de R$ 100 mil ao Clube”, finalizou Ronaldo Silva, com um semblante triste por deixar oficialmente a presidência da Fera Sertaneja.

Até o final desta reportagem não obtivemos resposta da prefeitura sobre a continuação do patrocínio a equipe que representará a cidade na elite esportiva do Estado em 2019.

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Fechar