Política

Camaragibe/PE: Polícia prende prefeito Demóstenes Meira

Por Redação Portal Tribunna

A Polícia Civil de Pernambuco prendeu na manhã desta quinta-feira, 20, o prefeito de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife, Demóstenes Meira (PTB). A prisão ocorreu no apartamento do gestor, no bairro da Madalena, zona norte do Recife. Meira é acusado de desvios em licitações para reformas de escolas.

Num dos contratos no valor de R$ 1,2 bilhão, segundo a delegada Jéssica Ramos, que comanda as investigações, o rombo pode chegar a desvios de pelo menos R$ 117 mil, fruto de um contrato de obras em escolas municipais. A operação é comandada pelo Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco). Outros dois casais, donos de empreiteiras, também foram presos.

Cidade foi uma das mais atingidas pelas últimas chuvas na RMR (FOTO:G1PE)

Com o afastamento de Demóstenes, a vice-prefeita, ex-deputada estadual Nadegi Queiroz que rompeu com Demóstenes Meira com 24 dias de governo, assume a Prefeitura de Camaragibe.

“Serei a prefeita que irá trabalha com a legalidade e com seriedade, contando com o apoios das demais instituições e com o povo de Camaragibe”, afirmou. A cidade enfrenta situação de emergência devido aos temporais que caem no litoral do estado e que na semana passada provocaram o deslizamento de uma barreira que matou sete pessoas, sendo cinco de uma mesma família.

HARPALO

Operação Harpalo começou em dezembro de 2018 e investiga o superfaturamento em contratos da prefeitura de Camaragibe. A primeira fase foi deflagrada em março de 2019. Os presos foram:

  • Demóstenes Meira – prefeito de Camaragibe
  • Severino Ramos da Silva – empresário
  • Luciana Maria da Silva – esposa de Severino
  • Carlos Augusto Bezerra de Lima da Silva – empresário
  • Joelma Soares – esposa de Carlos

 

FOTO: DIVULGAÇÃO

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar