Política

Compesa anuncia implantação do saneamento na bacia do Dom Avelar em Petrolina/PE

Anúncio foi feito pelo gerente regional da companhia, o engenheiro João Raphael e o investimento chegará a R$ 40 milhões

Fruto de uma queda de braço entre a Prefeitura de Petrolina e a Compesa (Companhia Pernambucana de Saneamento), há quase 10 anos, agora parece que sairá de fato do papel, o saneamento da bacia do bairro Dom Avelar, localizada na zona deste que é o maior município do sertão pernambucano. A bacia inclui outras comunidades vizinhas, a exemplo do Antônio Cassimiro, São Jorge e São Joaquim.

A novidade veio através do gerente regional da Compesa em Petrolina, João Raphael de Queiroz, durante a presença da comitiva do governo, comandada pelo governador Paulo Câmara, nesta quarta-feira, 21-08, para a etapa regional do programa Todos por Pernambuco, seminário para que fossem apresentadas sugestões que farão parte do programa de ação do governo para os próximos quatro anos na região. João Raphael ressaltou que os investimentos para a execução das obras da bacia do Dom Avelar estão orçados em cerca de R$ 40 milhões.

Segundo o gestor, o governador Paulo Câmara veio à Petrolina e incluiu esse anúncio, entre os muitos que veio anunciar para o Sertão do São Francisco. A obra do Dom Avelar é um investimento dos mais demandados pela população de Petrolina. Conforme o gerente João Raphael, com o edital de licitação das obras lançado, a expectativa é que os serviços sejam iniciados até o final do ano.

Perguntado por que após a Compesa sempre alegar que não executava a obra, devido a uma insegurança jurídica existente quando do questionamento da Prefeitura com relação à atuação da Compesa na cidade, João declarou que pesou para o governador a necessidade de separar a briga política de uma obra de tão grande relevância.para a população que há anos a reivindica.

“O que motivou foi o pensamento do governador em continuar investindo aqui. O povo não pode pagar por essa briga política”, disse o gerente regional da Compesa, João Raphael de Queiroz.

Da Redação

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar