Política

Idepe 2019: Mais uma vez Pernambuco tem média maior que a nacional

Solenidade comandada pelo governador Paulo Câmara premiou municípios, escolas e Gerências Regionais que alcançaram os melhor IDEPE no estado

Redação

Dedicação, trabalho e prioridade nos investimentos. Essa é a fórmula que tem garantido a Pernambuco avançar na conquista de importantes resultados na área da educação. Mais uma demonstração desses avanços ficou registrada nesta quarta-feira (07.08), durante a premiação dos gestores, professores e estudantes da rede pública que mais se destacaram no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco (IDEPE) no ano de 2018. Superando a pontuação média de 4,5 de 2017, os novos dados revelaram crescimento nos indicadores, que na média geral subiu para 4,7, superando novamente o índice nacional, que é de 3,5.

A solenidade, no Palácio do Campo das Princesas, foi comandada pelo governador Paulo Câmara, acompanhado de vários secretários estaduais, deputados estaduais e prefeitos. “Esse prêmio busca reconhecer um trabalho feito por muitas mãos, que tem dado a Pernambuco a oportunidade de melhorar na educação de maneira consistente. O Estado vem melhorando a cada medição, desde 2007. É o único no país que vem alcançando esse nível”, comemorou o governador, destacando o avanço dos municípios pernambucanos na área, de um ano para o outro.

Na esfera municipal, o prêmio reconheceu as três escolas que mais se destacaram nos anos iniciais e nos anos finais do ensino fundamental. Já as instituições da rede estadual foram certificadas em termos de maior evolução e maior IDEPE nos anos finais do ensino fundamental e no ensino médio. As escolas estaduais que atuam em parcerias também receberam reconhecimento nos anos finais do ensino fundamental e ensino médio. As Gerências Regionais de Educação (GREs), por sua vez, foram agraciadas por maior evolução e melhor IDEPE.

“Pernambuco é o único Estado do Brasil que tem avançado todos os anos, aumentando os seus indicadores. Esse caminho que vem sendo construído é um trabalho de milhares de pessoas. Os municípios entenderam que, com planejamento, com trabalho e com um bom acompanhamento, temos resultados. E essa empolgação faz toda a diferença aqui no Estado, mesmo diante de todos os desafios”, explicou o secretário de Educação e Esportes, Fred Amâncio.

“Conseguimos mais uma vez alcançar o primeiro lugar no Estado de Pernambuco, e isso é fruto de um trabalho realizado com muita seriedade, com muito amor e com muita responsabilidade e compromisso. É preciso registrar também o cuidado especial do secretário Fred Amâncio e da sua equipe, além do cuidado do governador, que a cada dia nos surpreende trazendo bons projetos para melhorar a educação”, afirmou a pentacampeã na categoria de melhor resultado entre as GREs do Estado, a gestora da região do Vale do Capibaribe, Edjane Ribeiro.

IDEPE

Os resultados do indicador estadual são calculados com base no Sistema de Avaliação da Educação Básica de Pernambuco (SAEPE), que mede anualmente o grau de domínio dos estudantes nas habilidades e competências consideradas essenciais em cada período de escolaridade avaliado. Realizado anualmente, o ranking utiliza os mesmos critérios de avaliação aplicados no cálculo do índice nacional (IDEB): proficiência dos estudantes do ensino fundamental (anos iniciais e finais) e do ensino médio e fluxo escolar.

FOTOS: Hélia Scheppa/SEI

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar