Política

Pesquisa Blog: Odacy Amorim e Julio Lóssio desconversam sobre números que dão vantagem a Miguel para a reeleição em Petrolina/PE; já Lucas Ramos diz que pesquisa aponta o segundo turno

A primeira pesquisa avaliando os possíveis nomes para a disputa municipal, foi divulgada nesta quinta-feira, 17, no Blog do Magno, contratante do levantamento.

A pesquisa divulgada na madrugada desta quinta-feira, 17, no Blog do Magno, contratada  junto ao Instituto Opinião, de Campina Grande/PB e que deu mais de 30 pontos de frente ao prefeito Miguel Coelho, de Petrolina (Sertão), contra os possíveis adversários dele na reeleição, foi analisada de forma diferente por três dos prováveis postulantes ao pleito, citados na aferição: os ex-prefeitos Julio Lóssio, PSD e Odacy Amorim, PT, e o deputado estadual Lucas Ramos, PSB.

Vale lembrar que Miguel caminha para oficializar sua entrada no MDB em ato marcada para novembro, e assim disputar a reeleição pela sigla que na eleição 2016 estava nas mãos de Lóssio, agora no PSD.

O vereador Gabriel Menezes, PSL, da bancada de oposição na Câmara Municipal, teve seu nome incluído no levantamento e disse em postagem anterior aqui no site que “esses números não condizem com a verdade”, entre outras críticas.

Odacy e Lóssio não quiseram avaliar, diante de um cenário distante ainda para o pleito e ainda fora do período eleitoral. Em conversa com a reportagem, o petista preferiu ironizar:

“Essa pesquisa me faz pensar no ditador da Coreia do Norte que acabou de ser reeleito com 100% dos votos. Parece que essa pesquisa ainda não chegou a esse ponto”, brincou o ex-deputado que deve disputar pela terceira vez, a eleição para a Prefeitura de Petrolina.

Já o médico Julio Lóssio, prefeito entre 2008 e 2016, ressaltou que só vai debater pesquisa no próximo ano, “quando estivermos período eleitoral”,.

Diferente de Odacy e Lóssio, o deputado Lucas Ramos, colocou suas considerações sobre a pesquisa por meio de uma a nota enviada á imprensa. Ele comentou que a pesquisa acerta quando revela uma disputa em segundo turno e afirma que as muitas candidatura da oposição, é a estratégia acertada para derrotar Miguel Coelho em 2020. O socialista também não perdeu a chance de alfinetar o prefeito.

Confira:

A pesquisa realizada pelo Instituto Opinião sobre as eleições de 2020 para a cidade de Petrolina corrobora o que temos defendido: um pleito que será decidido em dois turnos, com todas as candidaturas de oposição desempenhando papel estratégico para provocar esse cenário.

Os números mostram um momento específico de intenção de voto, influenciado por uma enxurrada de outdoors espalhados pela cidade promovendo a imagem do prefeito, ferindo, inclusive, a legislação eleitoral, o que se configura campanha antecipada. Ainda assim, com todo o volume de obras e investimentos bradados nas peças publicitárias, Miguel cresce apenas 7%, tendo em vista que em 2016 obteve 38% dos votos.

Nossa candidatura é a que apresenta o menor índice de rejeição no campo de oposição. Estamos à disposição do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e somos chancelados por lideranças como Gonzaga Patriota, presidente da sigla em Petrolina. Por isso, vamos lutar para colocar o PSB à frente da Prefeitura novamente, a partir do nosso projeto para cidade e com o apoio do Governo do Estado.”

A reportagem manteve contato durante o dia com a assessoria do prefeito Miguel Coelho, mas até o fechamento deste post (20h48), não houve retorno, mas a nossa redação está á disposição.

 

 

Por Cinara Marques 

Redação Portal Tribunna

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar