ColunasNotícias do ParlamentoPolítica

Na tribuna da Câmara, vereador Alvorlande Cruz defende e comemora a aprovação do projeto que criou a carreira de professor especialista em Libras e em Braile no magistério municipal

Agora, vereador vai em busca da celeridade da sanção do projeto e o ingresso desses professores ao quadro da rede municipal.

Dois projetos ligados à área da educação, aprovados na sessão da última quinta-feira, 14, na sessão da Câmara Municipal de Petrolina/PE, provocaram antes o resultado, a avaliação do vereador Alvorlande Cruz, da base do governo municipal na Casa. A análise foi feita por Alvorlande durante seu pronunciamento na sessão realizada na quinta-feira, 14/11..

Ele discordou do colega da oposição, vereador Professor Gilmar Santos que ao ver o teor do Projeto de Lei nº 016/2019 de reestruturação do Conselho Municipal de Educação, chegou a propor a retirada da matéria da pauta da sessão, o que não teria como, segundo a Mesa Diretora, por ser de urgência urgentíssima.

Alvorlande registrou em sua fala na tribuna que mais importante do que as modificações no texto do Conselho de Educação, seria a votação e aprovação do PL 017/20019.que criou no quadro permanente de pessoal do Poder Executivo Municipal, o Grupo do Magistério Público para Educação Especial, incluindo no quadro, os cargos de professor Intérprete e Instrutor de Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS, Professor Brasilista, níveis médio e superior. Os PLs são de autoria do Poder Executivo.

“Uma matéria de tamanha grandeza que é colocar no quadro de pessoal da Prefeitura, professores de crianças especiais, cegas e surdas, jamais poderia ser prejudicada por uma avaliação equivocada. Foi um equívoco do vereador Gilmar que falou em texto capenga. Ora, então o que compete ao vereador, é modificar, suprimir, aditar, e isso ele pode fazer no texto do Conselho. Muitas mães já nos procuraram e procuraram esta Casa para que fossem criadas essas funções. Assim, as crianças que precisavam dessa mudança para ingressar na educação regular, agora terão garantido esse direito”, assinalou Alvorlande.

O vereador governista afirmou que vai trabalhar agora para dá a mesma celeridade ao ingresso desses docentes, para que a Secretaria de Educação possa contratar o quanto antes os novos professores.

“Quero aqui agradecer a secretária de Educação e ao prefeito Miguel Coelho, como também aos vereadores que não permitiram que esse projeto fosse retirado de pauta. Agora solicito ao prefeito que sancione esse projeto para que se contrate esses professores, e assim, eles passarem a atender a essas criancinhas”, acrescentou o vereador Alvorlande Cruz.

Alvorlande conta também que já conversou com a vereadora Maria Elena que preside a Comissão de Educação da Câmara, para que essas mudanças solicitadas ao Conselho Municipal de Educação, por meio do vereador Gilmar Santos, possam ser incluídas numa nova discussão, mas importante mesmo para ele, é que os professores especialistas possam ser contratados o quanto antes.

“Importante mesmo é contratar os professores para que as escolas oportunizem essas crianças que a vida já foi tão dura com elas. Eu me sinto é honrado e agradeço a Deus mesmo, por ser um instrumento e ter votado um projeto de tamanha grandeza”, finalizou Alvorlande Cruz.

Confira no vídeo, o pronunciamento do vereador Alvorlande Cruz na sessão da última quinta-feira, 14, defendendo a manutenção do projeto de criação do grupo especial de magistério na pauta da sessão, bem como da reestruturação do Conselho Municipal de Educação. As matérias foram aprovadas por unanimidade, com a oposição acompanhando a bancada do governo:

 

 

 

Redação Portal Tribunna

Por Cinara Marques/Notícias do Parlamento

redacaotribunadoestado@gmail.com

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar