NotíciasPolítica

Com áudio: Humberto Costa prega eleições nacionalizadas nos municípios em 2020

O senador citou o exemplo de Petrolina, onde esteve nesta sexta, e frisou que a cidade é uma das prioridades do partido para fazer valer o discurso, frisando que "o atual governo municipal é aliado da política do Governo Bolsonaro que tem aprofundado a pobreza, tirado direitos, desrespeitado o meio ambiente e contribuído para o aumento da violência no País".

O senador Humberto Costa, do PT/PE, teve uma extensa agenda de compromissos nesta sexta-feira, 6, em Petrolina, maior cidade do sertão de Pernambuco. O dia de trabalho na ‘capital da irrigação’ foi encerrado num encontro com membros do diretório municipal do PT e filiados da sigla na cidade, além da participação dos vereadores Cristina Costa e Gilmar Santos, tendo como pauta, os encaminhamentos para o processo eleitoral no município que ele frisou que será uma das prioridades do partido para vencer as eleições em 2020.

O dia em Petrolina do senador petista começou com um evento batizado de Diálogos Políticos, iniciativa do ex-deputado e atual presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Odacy Amorim, um dos nomes cotados para disputar a eleição pelo PT. Na verdade, caso vingue, essa será a sua terceira disputa.

A pauta reuniu também a deputada estadual Dulcicleide Amorim (PT); os também petistas vice-prefeitos Walter Firmino (Santa Maria da Boa Vista) e Pedro Caldas (Cabrobó), a prefeita de Dormentes, Josimara Cavalcanti (PTB) que é aliada da deputada Dulcicleide; o ex-prefeito de Cabrobó, Edgar Caldas, do grupo cabroboense que apoia Odacy e Dulcicleide; vereadores, pré-candidatos a vereador de várias cidades, lideranças sindicais e representantes de movimentos sociais.

A agenda de Humberto foi encerrada num encontro no diretório municipal do PT, às 19h, com a presença dos novos integrantes do diretório, filiados e os vereadores Gilmar Santos e Cristina Costa. Devido à religião, Odacy e Dulcicleide não puderam participar. (Foto: Divulgação)

“Foi uma conversa muito positiva, uma participação muito qualificada, onde discutimos a situação de município por município e a julga pelas colocações dos presentes, há uma expectativa muito positiva em torno da candidatura de Odacy Amorim aqui para a Prefeitura de Petrolina e em outros municípios, podermos construir alianças políticas que favoreçam uma vitória dos setores mais progressistas da sociedade neste momento”, afirmou.

Outro destaque da vinda de Humberto na conversa com petistas e aliados, é que a orientação de partidos de esquerda e das forças democráticas, será a nacionalização do discurso em 2020, unido ao debate dos problemas nas cidades. O senador citou o exemplo de Petrolina que será uma das prioridades do partido para fazer valer essa nacionalização, pois o atual governo municipal é “aliado da política de retrocesso do Governo Bolsonaro que tem aprofundado a pobreza, tirado direitos, desrespeitado o meio ambiente e contribuído para o aumento da violência no País”.

“Essa é una questão crucial para essas eleições. Lógico que não vamos deixar de debater que cada município tem e o que cada candidato se propõe a fazer na condição de prefeito, porém, temos que transformar também essa eleição numa oportunidade para as pessoas manifestarem sua opinião, se expressarem para dizer o que está acarretando essa política que o Governo Bolsonaro está trazendo para o povo brasileiro, o aprofundamento da pobreza, a continuidade da estagnação econômica, desemprego, ausência efetiva de medidas que possam socorrer aqueles mais pobres do Pais”, listou o senador.

Pela manhã, Humberto teve encontro com lideranças de Petrolina como Odacy e Dulcicleide Amroim, de outras cidades da região como Santa Maria da Boa Vista, Cabrobó e Dormentes, representantes sindicais e de movimentos sociais (Foto: Divulgação)

PETROLINA OPOSIÇÕES

No caso de Petrolina, o senador Humberto Costa avalia que além da nacionalização dos discursos, a cidade tem um diferencial ano que vem que poderá ter uma eleição definida só no segundo turno. Em 2020, Petrolina terá um corrida eleitoral que pode ser decidida pela primeira vez apenas no segundo turno, por ter superado os 200 mil eleitores. Diante do novo cenário, o senador assinala que discussões de qual roteiro as oposições deverão seguir, serão feitas, visando o melhor caminho para se vencer o pleito.

“Aqui como em qualquer município, a gente tem que discutir todas as suas particularidades. Naturalmente que vamos tentar construir em torno de um eventual nome do PT, o apoio de várias forças, mas vamos ter que também sentar com essas forças para avaliarmos se o melhor roteiro e estarmos todos juntos, ou se é melhor termos mais de uma candidatura, levarmos a disputa para um segundo turno, para então conseguirmos a força necessária para vencer a eleição. Mas vamos fazer essa conversa. Vamos debater, inclusive, com o PSB em nível de estado, junto com outros partidos para ver qual é o melhor roteiro”, definiu o senador Humberto Costa.

Ouça o áudio com a fala do senador:

 

 

 

 

Por Cinara Marques

Redação Portal Tribunna

redacaotribunadoestado@gmail.com

 

 

 

 

 

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar