PolíticaRede Sociais

Odacy Amorim critica “novo monopólio” do transporte público de Petrolina/PE

Em suas redes sociais , ex-deputado e ex-prefeito disse que serviço deveria ser operado por no mínimo duas empresas para que os benefícios aos usuários fossem cumpridos por completo.

A atual concessionária iniciou suas operações ontem, dia 1 de dezembro e autorizou a população andar de graça para que pudesse conhecer o novo padrão. Ela venceu um processo licitatório para operar sozinha o sistema o que segundo o ex-deputado e ex-prefeito de Petrolina, Odacy Amorim, é como se tivesse trocado seis por meia dúzia, com um agravante. Odacy ressalta que no modelo anterior que já não atendia a demanda do povo, a detentora do monopólio era uma empresa local que passou 60 anos transportando a população. Ela até pode concorrer, mas não atingiu critérios para quem fosse operar o serviço.

Mas, com um só grupo à frente desse sistema de transporte público na maior cidade do sertão de PE, a melhoria para o consumidor pode não se concretizar, na visão do ex-prefeito.

“As coisas só funcionam bem nesse tipo de serviço, se tiver concorrência. Um modelo com câmaras de compensação seria o mais adequado, com duas ou mais empresas no sistema, como ocorre nas capitais e grandes cidades.Temos aí um exemplo claro dos aviões para a rota Petrolina/Recife que inviabilizou um assalariado, um trabalhador, poder andar de avião desde que só uma empresa ficou operando”, lembrou Odacy, no vídeo postado em suas redes sociais.

Odacy diz que dos 83 novos ônibus que chegam, apenas 8 terão ar condicionado. “Um benefício que com duas ou mais empresas, chegaria a toda frota como prometido e exigido na licitação”, detalhou Odacy, atual presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).

Confira o vídeo:

 

 

 

 

Redação Portal Tribunna

Destaque Política/Redes Sociais

redacaotribunadoestado@gmail.com

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar