Política

“Vamos estar numa chapa em 2022”, disse o deputado federal Fernando Filho

A movimentação de Fernandinho chama a atenção da cena política pernambucana, pois em seu grupo existem nomes potenciais para uma disputa majoritária que é o pai, senador Fernando Bezerra, e o irmão, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, na disputa estadual de 2022.

Numa noite de encontro com os profissionais de comunicação do Vale do São Francisco, ocorrida na quinta-feira, 12, o deputado federal Fernando Filho, DEM, que se juntou aos irmãos, o prefeito Miguel Coelho,MDB, e o deputado estadual Antônio Coelho, DEM, para fazer o balanço de trabalho do ano de 2019.

No caso de Fernandinho, um aspecto do seu atual mandado como deputado federal pela quarta vez, é a movimentação que tem apresentado, fechando apoios políticos em várias regiões no estado numa busca de fortalecer seu grupo políticos para 2020 com repercussão positiva em 2022.

“Foi uma escolha nossa fazer um mandato por outras regiões e uma coisa é certa, nós estaremos participando do processo em 2022 numa chapa. Temos trabalhado para fortalecer o nosso campo político, buscado trabalhar para eleger um máximo de prefeitos em 2020 e o sucesso da gestão em Petrolina tem se destacado. Então o nosso sucesso no Sertão, temos levado como exemplo para outras regiões”, explicou o deputado Fernando Filho.

O deputado ainda tratou de temas como a questão do financiamento público de campanha, a polêmica do valor em que o Congresso quer um valor e o presidente Bolsonaro avisa que vetará se chegar um financiamento público superior a R$ 3 bilhões. “Nessa polêmica a gente que que voltar um pouco quando eu votei contra a financiamento público de campanhas. Eu sou favorável que ao financiamento privado. Algum financiamento tem que ter, mas um valor de R$ 3,8 bilhões é um pouco exagerado, algo em torno de R$ 2  a 2,5 bilhões está de bom tamanho”, avaliou.

Fernando Filho se diz também confortável no DEM, tem o aval no trabalho dos principais líderes da sigla como o prefeito de Salvador, ACM Neto e o próprio presidente da Câmara, Rodrigo Maia.  Sobre as reiteradas tentativas de defensores do grupo bolsonarista de vez em quando, atacar a democracia, insinuar fechamento de partidos, o Democrata frisa que são coisas que não merecem nem comentar.

“O que o brasileiro mais gosta é de participar. Hoje não tem nem como isso mais vingar. Como todo respeito que eu tenho aos militares e acredito que nem eles trabalhem com fechamento de instituições, de partidos política, de alguém dá um grito e o outro obedecer, é perder tempo discutindo isso. Não tem nem chance de isso acontecer”.

Veja o deputado Fernando Filho respondendo ao PORTAL TRIBUNNA sobre sua intensa movimentação política após eleito para o quarto mandado na Câmara dos Deputados, fortalecendo seu grupo político rumo a 2020 e cravando que o grupo estará representado na chapa majoritária estadual de 2022:

 

 

 

 

 

 

Por Cinara Marques

Redação Portal Tribunna

redacaotribunadoestado@gmail.com

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar