Política

Desentendimento entre vereadores de Petrolina na forma do apoio à Prefeitura para combater o Coronavírus

Por Cinara Marques

Proposta pela bancada da oposição nesta terça-feira, 24, a entrega dos valores que recebem para locação de carro e de combustíveis, teve hoje, quarta-feira, 25, um contraponto.

O vereador Ronaldo Silva, PSDB, propôs que todos os 23 colegas devolver os salários do mês de abril para que o prefeito Miguel Coelho possa comprar insumos como máscaras, álcool em gel, entre outros materiais, no intuito de combater o Coronavírus no município.

“Os combustíveis e o carro são fruto de contratos e licitação, não tem como liberar, já os nosso salários, é possível sim. Entrego essa proposta ao presidente Osório Siqueira às 10h30 na Câmara”, explicou Ronaldo, alegando que muitos colegas têm os salários comprometidos já com empréstimos, por exemplo..

Líder da oposição, o vereador Paulo Valgueiro afirmou que o colega Ronaldo Silva deve desconhecer a lei, por em momentos de calamidade pública, os contratos podem ser quebrados, mas que a bancada está totalmente à disposição para discutir a ajudar que for num momento tão preocupante para a humanidade.

“A gente orienta o colega que desconhece a legislação de calamidade pública que em situações assim, todos os contratos podem ser quebrados, mas estamos abertos a discutir a medida que for para contribuir. Tenho mantido contato com o prefeito Miguel Coelho e me colocado à disposição para ajudar no que for preciso. Agora o momento é de união”.

O presidente da Casa Plínio Amorim, disse à produção do programa Nossa Voz, Rádio Grande Rio FM, que o vereador que quiser devolver os salários ou os carros e o combustível, é só  comunicar ao setor administrativo da Casa Plínio Amorim.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar