LocalPernambuco

Decreto suspendendo serviço de mototaxi em Pernambuco atinge mais de 800 só em Petrolina. Vereador líder da oposição pede auxílio financeiro para a categoria

O anúncio da nova restrição foi feito nesta segunda-feira, 23, pelo governador Paulo Câmara, entre outras determinações para evitar que o Covid-19 atinja cada vez mais pernambucanos. Num vídeo, uma mototaxista petrolinense apela por apoio à categoria.

#PandemiaCovid19   –   Por Cinara Marques

O governador Paulo Câmara, PSB-PE, anunciou nesta segunda-feira, 23, novas medidas para evitar que o Covid-19 se alastre em Pernambuco. Entre as novas restrições para combater o Coronavírus, há a suspensão do serviço de mototaxi em todo o estado.

Só em Petrolina, maior cidade do sertão do estado, a medida atinge mais de 800 desses profissionais. Alguns vivem única e exclusivamente do serviço.

Nossa reportagem esteve ontem à noite conversando com alguns mototaxistas para saber como seria com a interrupção da atividade. A maioria estava bastante preocupada, sem saber o que iria ocorrer com o sustento de casa, mas iria cumprir a determinação diante da gravidade da situação.

AUXÍLIO FINANCEIRO

Em função da medida anunciada pelo governo estadual que suspende o transporte de passageiros via mototáxis para conter o avanço do Coronavírus, e do Decreto Municipal nº 18/2020 que suspende a atividade do mototáxi em Petrolina, o vereador Paulo Valgueiro, líder da oposição na Câmara Municipal, encaminhou ofício ao Governador Paulo Câmara e ao Prefeito Miguel Coelho, solicitando auxílio financeiro para a categoria.

O objetivo da solicitação de Valgueiro é garantir os direitos básicos desses profissionais para o enfrentamento à crise, bem como a suspensão do pagamento de taxas e impostos devidos por esses profissionais. Ele diz que a proibição atinge 812 permissionários, além dos condutores auxiliares, que atuam como mototaxistas no município que dependem exclusivamente do seu trabalho para manter o sustento da família.

“Eles foram surpreendidos com essa medida que suspenderá os serviços no Estado e em Petrolina, ficaram desemparados. A situação já está difícil para estes profissionais desde o início da quarentena, já que houve o registro de uma queda brusca na circulação de pessoas nas ruas e, consequentemente, da procura pelos serviços de mototáxis com o surgimento do Coronavírus. A suspensão do serviço deixará pais e mães de família sem meios de subsistência, sentindo-se abandonados pelo poder público, a ermo”, avalia o vereador.

Valgueiro espera que os Chefes do Executivo Estadual e Municipal se sensibilizem com a situação dos mototaxistas e tomem providências urgentes para reduzir o impacto negativo decorrente da suspensão de suas atividades.

APELO

Num vídeo, uma representante da categoria fez um apelo às autoridades para ajudar os profissionais mototaxistas que vivem apenas da atividade, já que não poderão estar trabalhando.

Num cálculo rápido, alguns informaram que tinham uma média diária de ganho girando em torno de R$ 100,00. Sem o ganho, a situação ficaria complicada.

Acompanhe o vídeo com o apelo da mototaxista:

 

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar