Notícias

Empresários pressionam, mas prefeito Miguel Coelho permanece com os decretos de restrições para deixar Petrolina longe da pandemia do Covid-19

Alguns representantes do setor, solicitaram uma conversa com o prefeito que escutou os argumentos, mas colocou a saúde da população em primeiro lugar, pelo menos por enquanto.

#PandemiaCovid19   –   Por Cinara Marques, da Redação

O prefeito de Petrolina/PE, no sertão,, Miguel Coelho, teve uma reunião, nesta sexta (27), com representantes da CDL (Câmara de Dirigente Lojistas), Sindilojas e Fiepe – entidades ligadas ao comércio, indústria e serviços. A pauta do encontro foi o impacto econômico da coronavírus no setor produtivo da cidade.

Durante a reunião, o prefeito ouviu todas as solicitações dos segmentos produtivos, tendo como principal demanda uma perspectiva de reabertura gradual das atividades. Miguel assegurou que está atento aos impactos econômicos gerados pela crise, mas no momento a prioridade é a proteção das pessoas e a manutenção dos serviços de saúde.

“Desde o começo temos ouvido todos os atores envolvidos nesse processo, governos, produtores, especialistas em saúde pública. É um momento muito difícil, que requer sacrifício de todos”, argumentou o gestor.

“Vamos avaliar na próxima semana o quadro com o comitê de enfrentamento ao coronavírus e outras instituições para poder discutir a possibilidade de reabertura de alguma atividade. Mas, por enquanto, os decretos seguem mantidos, priorizando o bem estar da saúde pública. Vamos continuar respeitando a determinação do Governo Estado e avaliar diariamente o cenário da transmissão do vírus”, explicou o prefeito após a reunião.

SEM RESPOSTA

A nossa redação enviou nesta sexta, alguns questionamentos ao diretor executivo da CDL Petrolina, Valdivo Carvalho, solicitando um balanço dessa semana de comércio fechado, antes mesmo de tomar conhecimento desse encontro desses segmentos com o prefeito Miguel Coelho.

Também aproveitamos para solicitar a Valdivo, contatos de empresários que pensam a quarentena de forma diferente, um apoiando e outro, contrário para a cidade e seus cidadãos, mas ainda não obtivemos esses nomes, para termos como personagens de nossa postagem sobre o tema.

O PORTAL TRIBUNNA aguarda com o espaço aberto de sempre.  (Com ASCOM)

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar