Cultura e TurismoLocalPernambuco

Histórico: artista pernambucano imortaliza através de monumento inaugurado no sábado, a figura simbólica de ‘Seu Lunga’ para o Nordeste

O autor da homenagem é o artista plástico Ranilson Viana, natural de Petrolina-PE, que esteve em Juazeiro do Norte-CE participando da entrega da obra de arte ao lado de familiares, autoridades e dos admiradores desse personagem tão querido pelo povo nordestino, apesar de suas respostas ácidas para o que interpretava como perguntas óbvias.

O autor da homenagem é o artista plástico Ranilson Viana, pernambucano de Petrolina, no sertão do São Francisco que esteve em Juazeiro do Norte, no cariri cearense, participando da entrega da obra de arte ao lado de familiares, autoridades e dos admiradores desse personagem tão querido pelo povo nordestino, apesar de suas respostas ácidas para o que interpretava como perguntas óbvias.

Na verdade foi um dia histórico, o sábado, 14, dia da poesia, o povo do ‘Juazeiro do Padrim Cícero’, prestou homenagem ao cearense que mais ganhou notoriedade de todo o Nordeste e no mundo. Um monumento colocado em frente à casa de Joaquim dos Santos Rodrigues, ou melhor ‘Seu ‘Lunga’.

Ranilson e sua obra histórica

A obra foi inaugurada com a presença da família, autoridades e do público que admirava e se divertia com as tiradas do homenageado.

Seu Lunga ficou famoso pelas respostas desagradáveis que costumava dar. Um dos personagens símbolo da cultura nordestina, Seu Lunga não tinha muita paciência para perguntas que achava óbvias.

E tanta notoriedade teria que ser imortalizada. O autor dessa obra de arte conta que ganhou a disputa na Prefeitura para ser o criador dessa homenagem tão marcante para Juazeiro do Norte e todo o Nordeste.

“A discussão dessa homenagem a Seu Lunga começou há quase dois anos. Participei da licitação, ganhei e tive essa emoção de na presença das filhas, da viúva, de autoridades de Juazeiro, marcar para sempre a historia desse personagem tão representativo para a nossa cultura. A partir de agora, esse monumento fará parte também dos atrativos turísticos de Juazeiro do Norte”, assinalou Ranilson.

Em novembro de 2019, completou cinco anos da morte de Seu Lunga. Segundo a família, a maioria dos “causos”, histórias (verídicas ou não) que são contadas de forma engraçada, com objetivo lúdico, associados a ele são mentirosos, exagerados, que escondiam um homem gentil e tranquilo, que gostava de criar e recitar poesias Seu Linga morreu em 2014.

 

Por Cinara Marques

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar