ColunasNotícias do ParlamentoPolítica

Cristina Costa cobra correção de desligamentos de professores auxiliares do quadro da educação de Petrolina/PE

Vereadora é relatora da Comissão de Educação da Câmara Municipal.

Nesta terça-feira (28/04), a relatora da Comissão de Educação na Câmara Municipal de Petrolina-PE, a vereadora Cristina Costa, acompanhada de duas representantes dos professores auxiliares de autistas, Jakeline Castro e Deilane Ribeiro, se reuniram com a secretária executiva de gestão de pessoas da Secretaria de Educação do município, Maria Helena dos Santos, para tratar a respeito da situação dos professores auxiliares de autistas demitidos pela gestão municipal.

Os profissionais tiveram o Auxílio Emergencial negado por ainda terem seus nomes vinculados ao sistema da Prefeitura, mesmo após o enceramento dos seus contratos, alguns em dezembro de 2019 e outros em fevereiro desse ano.

Durante a reunião, a secretária Maria Helena repassou para a parlamentar a cópia das listas com os nomes de todos os contratados e informou, que após a solicitação da vereadora por meio de ofício, foi verificado que ocorreu um problema na atualização dos dados desses profissionais junto a Coordenação Geral de Cadastro, que é vinculada ao Ministério da Economia. Na ocasião, todas as informações referentes aos contratos e desligamentos dos professores auxiliares foram enviadas a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, como também a Caixa Econômica Federal, para que tudo possa ser resolvido o mais rápido possível.

Após sair do encontro, a vereadora Cristina Costa se dirigiu à Caixa Econômica, onde pode constatar que as informações referentes aos professores auxiliares já se encontravam atualizadas e suas atividades profissionais haviam sido encerradas no sistema. Agora, só resta as atualizações do Ministério, as quais já foram reenviadas pela Secretária Executiva de Gestão de Pessoas.

“Nós estamos aqui buscando assegurar o direito desses profissionais da educação, ainda mais hoje, um dia muito significativo, Dia Internacional da Educação. A nossa esperança é que tudo se encaminhe com celeridade e que os profissionais/auxiliares garantam o seu sustento e de suas famílias de forma digna.”, afirmou Costa. (Com Ascom)

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar