LocalPernambucoPolítica

Não vai dar praia: Governador manda fechar prais e parques em PE para que o isolamento social faça mais efeito no fim de semana

No Recife, o último final de semana deixou muita gente preocupada com muitas pessoas lembrando do mar e esquecendo da Covid-19

#TRIBUNNAPandemiaCovid19

 

Governo Paulo Câmara assinou um novo decreto, assinado nesta sexta-feira, para anunciar o fechamento das praias e parques no estado. Ele fixa ainda, até o dia 17 de abril o fechamento das atividades em geral . Se manterá  também até o dia 30 as unidades de ensino. Prazos estão sujeitos a prorrogação

O governador Paulo Câmara assinou, nesta sexta-feira (03.04), decreto que determina o fechamento de praias e parques do Estado deste sábado (04.04) até a segunda-feira (06.04). Além disso, o governador manteve o fechamento do comércio, serviços públicos e demais atividades não classificadas como essenciais até o dia 17 de abril.

Já as escolas das redes pública e privada devem permanecer fechadas pelo menos até o dia 30 deste mês. Os prazos podem ser prorrogados a depender da disseminação da epidemia do novo coronavírus.

“É extremamente importante que nos próximos 15 dias as pessoas mantenham o isolamento social. Nesta sexta-feira, registramos um aumento significativo do número de contaminações pela Covid-19. A tendência é que esses números continuem crescendo. Só vamos conseguir reduzir essa escalada, com a conscientização de todos de que é preciso ficar em casa”, afirmou o governador.

O número de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus em Pernambuco saltou de 106 para 136 casos nesta sexta-feira. “Tudo o que fizermos nesse fim de semana e nos próximos dias vai ser determinante para o momento do pico do número de doentes e de mortos que deve ocorrer na segunda quinzena de abril”, avaliou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

O decreto do governador disciplina ainda o atendimento nos bancos. As instituições financeiras precisarão apresentar medidas para preservar a saúde dos clientes que precisarem esperar em filas para acessar as agências.

Em novo pronunciamento, Paulo Câmara foi firme. “É nossa responsabilidade o compromisso com a vida, portanto fique em casa”, assinalou o governador num novo pronunciamento, demonstrando preocupação com o aumento de casos do coronavírus e de mortes no estado.

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar