Política

Coronavírus: Pandemia em queda em PE

Segundo governo do estado, números em queda permitem avançar no plano de convivência

O Gabinete de Enfrentamento à Covid-19 finalizou, nesta terça-feira (30.06), a avaliação dos dados de saúde do mês de junho e definiu que na próxima segunda-feira (06.07) cinquenta municípios das Gerências Regionais de Saúde do Recife, Limoeiro e Goiana avançam para a 5ª etapa do Plano de Convivência com o novo coronavírus. Com isso, serão liberadas as atividades comerciais de vendas de automóveis com 100% da carga e os serviços de escritório com 50%.

A avaliação sobre a Região Agreste, que está na etapa 2 do plano e tem os municípios de Caruaru e Bezerros em isolamento rígido, além do Sertão e da regional de Palmares, será feita no fim de semana. Os jogos de futebol sem público e a retomada do Polo de Confecção permanecem suspensos. Na próxima terça-feira (07.07), a situação dessas atividades será reavaliada.

De acordo com os dados do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19, os números de casos, óbitos e a demanda sobre o sistema de saúde permanecem em queda no Estado de Pernambuco de maneira geral. A redução vem sendo puxada pela Região Metropolitana do Recife. Mata Sul, Agreste e Sertão ainda têm índices não estabilizados e, por isso, é necessário cautela no avanço das flexibilizações. No próximo sábado (04.07), com o fechamento da semana epidemiológica 27 será possível determinar a progressão dessas regiões.

“A análise das informações de saúde é feita com muita responsabilidade e critério. Estamos sendo extremamente cuidadosos com o andamento do Plano de Convivência. Permanecemos expandindo nossa rede de atendimento e investindo na prevenção. Vale destacar que, mesmo com a retomada das atividades econômicas, as pessoas só devem sair de casa em casos de extrema necessidade, usar máscara de proteção e reforçar os hábitos de higiene”, afirmou o governador Paulo Câmara.

Nesta terça-feira (30.06), o sistema de saúde público estadual estava com 77% dos leitos de UTI ocupados. É o menor índice desde o dia 5 de abril. Ontem, Pernambuco atingiu a marca de 40 mil pessoas recuperadas após enfrentar a doença. “São números importantes que só reforçam o nosso compromisso com o que foi, desde o início, o nosso maior objetivo: salvar vidas”,  avaliou o secretário de Saúde, André Longo.

BOLETIM

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta terça-feira (30), 382 novos casos da Covid-19 em Pernambuco. Entre os confirmados, 240 (63%) são casos leves, ou seja, pacientes que não demandaram internamento hospitalar e que estavam na fase final da doença ou já curados.

Outros 142 (37%) se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Agora, Pernambuco totaliza 58.858 casos já confirmados, sendo 19.496 graves e 39.362 leves. Além disso, o boletim registra 40.347 pessoas curadas da Covid-19 no Estado. Desse total, 9.293 são de casos graves e 31.054 casos leves

Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 176 municípios pernambucanos (tabela 1), além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países.

Também foram confirmados laboratorialmente 47 óbitos (sendo 28 do sexo masculino e 19 do sexo feminino). Os novos óbitos confirmados são de pessoas residentes nos municípios de Arcoverde (1), Bodocó (1), Bonito (1), Brejo da Madre de Deus (1), Cachoeirinha (1), Calçado (1), Canhotinho (1), Carpina (2), Caruaru (2), Feira Nova (1), Frei Miguelinho (1), Garanhuns (1), Gravatá (1), Igarassu (1), Jaboatão dos Guararapes (10), Lagoa do Ouro (1), Moreno (1), Olinda (2), Paulista (3), Recife (10), São Bento do Una (1), São Lourenço da Mata (3). Com isso, o Estado totaliza 4.829 mortes pela doença.

As mortes registradas no boletim de hoje ocorreram entre 03 de maio e 29 de junho. Os pacientes tinham idades entre 25 e 114 anos. As faixas etárias são: 20 a 29 (1), 30 a 39 (2), 40 a 49 (1), 50 a 59 (4), 60 a 69 (7), 70 a 79 (18), 80 anos ou mais (14).

 

 

 

Portal Tribunna

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar