ColunasNotícias do ParlamentoPolítica

Vereador Gilmar Santos cobra melhoria no funcionamento do transporte coletivo em sessão remota do legislativo de Petrolina/PE

De acordo com o parlamentar do PT, algumas rotas estão com intervalos superiores há 2 horas entre um horário e outro, o que tem exposto os usuários a vários riscos de contaminação da Covid-19.

Por Notícias do Parlamento com Ascom – O vereador Gilmar Santos (PT) apresentou na sessão remota extraordinária desta terça (28), a indicação nº 703/2020 onde solicita ao prefeito Miguel Coelho, MDB, e ao Diretor-Presidente da AMMPLA, Franklin Alves, que seja definido junto às empresas de ônibus do município, intervalos menores entre as rotas do transporte coletivo enquanto durar a necessidade do distanciamento social.

De acordo com Gilmar, foram levadas ao seu gabinete e às rádios locais inúmeras denúncias de que as pessoas que precisam do transporte público para trabalhar nesse período de isolamento, tem enfrentando grandes dificuldades para se locomover, em especial no que diz respeito ao intervalo entre as viagens, pois, algumas rotas estão com intervalos superiores há 2 horas entre um horário e outro.

Gilmar apontou que isso que tem exposto os usuários a vários riscos de contaminação pela Covid-19, principalmente pelos longos períodos de espera nas ruas, ou ainda, pela grande quantidade de usuários que se concentram para utilizar o mesmo veículo.

“Diminuir os intervalos e aumentar a quantidade de veículos precisa ser uma providência urgente por parte da gestão municipal, e é o que estamos solicitando. Nossa população, principalmente, nas periferias não pode ser mais sacrificada do que já vem sendo com essa crise da pandemia. Transporte público de qualidade é um direito. Vamos exigir que esse direito seja respeitado para a nossa população”, afirmou o parlamentar.

Uma sugestão da editoria do PORTAL TRIBUNA ao prefeito Miguel Coelho e ao comando da AMMPLA que retorne com os 100% da frota e faça com que o funcionamento dos itinerários voltem ao normal, isso evitaria e muito o perigo das pessoas que precisam sair de casa para trabalhar, contraírem o coronavírus.

 

 

Portal Tribunna

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar