AgronegóciosPolíticaTRIBUNNA Rural

Em Live, senador Fernando Bezerra Coelho diz que novo marco legal do saneamento poderá universalizar a água tratada e contemplar perímetros irrigados de Petrolina

Por Tribunna Rural

Capital da irrigação, Petrolina, maior cidade do sertão de Pernambuco, vive dois pesos e duas medidas quando o assunto é a qualidade de vida de colonos, produtores de áreas da agricultura irrigada nos perímetros implantados há mais de 30 anos no município.

Tudo porque ao mesmo tempo em que brota a riqueza de Petrolina com a destacada produção irrigada, sobretudo de frutas como manga e uva em que a região encabeça o ranking de maior produtora e exportadora desses frutas, quem faz com que essa riqueza exista de fato, os produtores, não têm se quer água tratada para beber em suas residências nas muitas das vilas irrigadas dos perímetros Nilo Coelho, Bebedouro e Maria Tereza.

Produtores, trabalhadores empregados em empresas de produção irrigada, junto com suas famílias, têm que consumir a mesma água utilizada para a produção, um risco para a saúde, pois essa água vem carregada de tudo de impróprio para consumo e que é utilizado no plantio das frutas e demais produtos em muitos e muitos hectares irrigados.

Entretanto, o senador Fernando Bezerra Coelho, MDB, que poderia já ter viabilizado anos atrás, as obras de tratamento d’água nos perímetros, pois esteve prefeito por três vezes de Petrolina, foi secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco e ainda, ministro a Integração Nacional, não deu prioridade a esse investimento tão urgente para a saúde e qualidade de vida de quem promove de fato a riqueza do município.

Mas, ele apontou numa live realizada nesta terça, 11, no instagram do Blog do Banana, de Petrolina, que agora com o marco legal do saneamento, que abre o mercado da implantação desses serviços para o capital privado, o tratamento da água poderá contemplar os cerca de 70 mil moradores das agrovilas dos perímetros irrigados de Petrolina, uma área igual ou maior do que de muitas cidades pernambucanas.

“Esses novos investimentos poderão permitir essa universalização da água tratada paras essas 70 mil pessoas que residem nas agrovilas do Nilo Coelho, Maria Tereza e Bebedouro. Essas pessoas são pernambucanas e têm direito à água tratada. Portanto eu estou animado que o novo marco legal do saneamento possa propiciar um novo momento na área de água e na área de esgoto de nossa região e no Brasil”, destacou o senador Fernando Bezerra Coelho.

Cinara Marques/Portal Tribunna 

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar